domingo, 21 de março de 2010

O perigo do chocolate aos cães

É muito comum proprietários de cães que cedem aos olhares de seus animais durante a refeição. Assim os pets provam uma variedade de alimentos e entre esse podem estar alguns bastante danosos a saúde deles. Alimentos que contenham sal e temperos podem levar a alterações renais pela dificuldade do animal em processar o sal; doces que contenham açúcar ou outros integrantes artificiais ou dietéticos podem causar danos à saúde da boca, estômago e propensão de desenvolver determinados tumores; alimentos com gordura trans podem levar à formação de placa em vasos sanguíneos e conseqüentemente propiciar infarto cardíaco e AVC (acidente vascular cerebral). Entre esses alimentos podemos citar um dos mais danosos a saúde animal que podemos encontrar: o chocolate. Atualmente temos varias marcas e formas de apresentação de chocolate pra cachorro, estes sim tem seu uso liberado para nossos pets.

O cacau, matéria prima do chocolate, possui um componente denominado Theobrimina. Esta substância é facilmente metabolizada e excretada pelo organismo humano, no entanto o organismo animal não consegue processá-la facilmente. A toxicidade do chocolate para o cão é tanta que pode acarretar sérios problemas como comprometimento nervoso severo. A theobrimina é uma substância semelhante à cafeína na sua ação, apresentando maior atividade em órgãos como os músculos, rins, coração e sistema nervoso central. Leva a um efeito diurético, o animal passa a urinar mais que o normal perdendo líquidos e podendo desidratar-se. Outro efeito observado é um aumento na freqüência respiratória, animal respira mais rapidamente em respirações curtas. Em alguns cães verificou-se uma queda acentuada na pressão arterial, com sinais típicos que a acompanham como a respiração acelerada, náusea, perda dos sentidos, palidez das mucosas e desmaio.

A theobrimina é, depois da cafeína, uma das mais conhecidas substâncias integrantes do café. No organismo humano propicia a sensação de conforto e bem estar na ingestão da bebida, assim como a ingestão de chocolate também traz. Em estudos recentes vê-se que a ação da theobrimina é tão ampla que é possível realizar a redução das crises de tosse em pessoas pela ação inibitória no sistema nervoso.

Então fica a dica muito importante para esta páscoa: NÃO OFEREÇA CHOCOLATE AO SEU CÃO. Se desejar fazer-lhe um agrado por conta da data, compre um ovo de chocolate pra cachorro ou um ossinho na forma de ovo de páscoa. A intoxicação por chocolate muitas vezes não acontece logo depois da ingestão e sim quando temos uma ingestão crônica, na qual a substância acumula-se no organismo e num certo momento surgem os sinais clínicos.

Fonte: Dra. Viviane Dubal para www.bullblogingles.com


1 diagnósticos:

marliborges disse...

E eu que adorava dar chocolatinho pro doguinho? Grrrrrrrrr. Bem agora já sei.
bjsss