quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Outra chance

Sentada em um banco, ela lhe contou tudo, de maneira bem resumida, o que andava passando.

De olhar calmo e terno, o homem que já sabia de tudo, falou a ela com palavras diretas:

- Tu recebeu mais uma chance. Uma chance de acertar tua vida, de seguir. Cada um tem seu tempo, e eu ainda quero estar no teu grande dia de glória... Tu salvarás ainda muitas vidas por aí. Já ele, talvez seja a última chance de fazer o certo. Se não for agora, talvez ele não dê outra chance...

Ela saiu com um alívio no coração por um lado, mas um peso imenso do outro.

Ela precisaria mudar para que ele mudasse.

Ela precisaria mudar para que ele pudesse também, se precisasse, ter outra chance.

3 diagnósticos:

Barbie Girl disse...

Acho que ao acordamos temos sempre uma nova chance para recomeçar, para mudar, para agir... é começarmos a plantar o bem no presente para colher sementes boas no futuro, porque nada adianta remoer o passado.
Beijos

Jim Carbonera disse...

Complexo!! Pq normalmente nao admitimos mudar, tipo "eu nao, ele q mude".

Mas acho q se tem amor ou paixao no meio, nos submetemos a isso :D

Bjss

http://www.estilodistinto.com

Aline Schons disse...

Ao que me parece, colocaste todo o peso nela... Beijos